Rui enfatiza ações que tornam outubro mês especial para cultura baiana


A reabertura do Centro Cultural de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, o Festival de Inverno de Lençóis, na Chapada Diamantina, e a Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), no Recôncavo, são algumas das iniciativas citadas por Rui Costa no Digaí, Governador!, que tornam outubro um mês especial para a cultura na Bahia. Outras ações, como o Programa FazCultura, também foram enfatizadas no programa de rádio desta semana. 

Ao falar das iniciativas, Rui destaca o município de Vitória da Conquista. “Teremos logo, no início do mês, programação na terceira maior cidade do nosso Estado e que, a cada dia, se consagra com várias atividades culturais”. O governador disse ter conversado com o secretário estadual de Cultura, Jorge Portugal, “[para] reabrir o Centro Cultural de Vitória da Conquista para possibilitar novas atividades culturais na cidade, [... onde] um povo brilhante tem demonstrado, cada vez mais, a força [...] não só para realizar atividades culturais, mas também para despertar talentos [em] nosso Estado”. A 17ª edição do Festival de Inverno de Lençóis ocorre entre os dias 9 e 11 de outubro.

Ao falar da Chapada Diamantina, onde fica localizada a cidade que sedia o evento, Rui ressalta “o charme especial da região, [com] todo encanto e a reflexão que ela provoca em todos nós. Quem já foi à Chapada sabe que, ao pisar os pés [por] lá, faz uma reflexão da dimensão da vida. Quem vai [à região] volta sempre muito impactado”. O governador afirmou ainda que o festival já ficou consagrado e é lembrado no País inteiro. 

Festa Literária de Cachoeira 

O governador Rui Costa participou do lançamento da Flica que aconteceu, em Salvador, no dia 18 de setembro. A Festa Literária Internacional de Cachoeira ocorre, no período de 14 a 18 de outubro. “...a força do povo do Recôncavo expressa nessa belíssima cidade, que é Cachoeira, confirma a diversidade da nossa cultura”. Segundo ele, a Flica está consagrando Cachoeira como referência cultual e literária não só da Bahia, [mas] do País inteiro. 

Nós estamos estimulando [para] que os jovens, que serão finalistas da turnê estadual da cultura, participem da Flica. “Eu já [orientei] a Secretaria da Educação que reúna esses jovens e viabilize a participação deles nos dias da atividade literária, em Cachoeira. Isso é importante e, quem sabe, nós teremos alguns desses jovens entrando para a nossa história, brilhando no mundo das letras”.

Programa FazCultura 

Ao falar do FazCultura, além do volume de investimentos, o governador destaca a transparência e a democratização do acesso aos recursos. “[...] com os editais, você garante não aquela história do ‘quem indicou’. [...] você garante o acesso a todos que tenham bons projetos, você garante capilaridade no conjunto do Estado para que todos possam acessar [os] recursos”. 

Rui afirmou ainda que vão ser aportados recursos, que nem são originários da cultura, “mas, por exemplo, do Fundo de Combate à Pobreza para estimular a atividade cultual nas áreas mais vulneráveis do nosso Estado”. 

Rafael Martins/GOVBA
Compartilhar no Google Plus

Postado por André Luiz

Entre em contato conosco através do e-mail: sobradinhonoticias@hotmail.com para envio de notícias, sugestões e outros assuntos.