Agência decide manter vazão de Sobradinho, que chega a 4% de capacidade


A Agência Nacional de Águas (ANA) decidiu prorrogar até o fim de novembro a vazão de água do reservatório de Sobradinho, na Bahia, atualmente em 900 metros cúbicos por segundo (m3/s). Não está afastada, porém, a possibilidade de o segundo maior reservatório do País ter sua liberação de água reduzida para inéditos 800 metros cúbicos, dada a situação crítica de Sobradinho.

Dados de segunda-feira, 26, do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) mostram que Sobradinho está com apenas 4% da capacidade de água que pode armazenar, índice nunca atingido desde 1979, quando sua barragem foi fechada.

A liberação de 900 metros cúbicos por segundo já é considerada uma condição extrema, se levado em conta que, em situação regular, os órgãos ambientais permitem que a vazão mínima do lago artificial seja de 1,3 mil metros cúbicos por segundo. Os dados apontam que esta é a pior crise da Bacia do São Francisco - que abastece 97% da região Nordeste - nos 84 anos da série histórica.

"As entidades federais e estaduais envolvidas e os representantes dos setores usuários da bacia receberam um sinal para se preparem, pois, dependendo das condições hidrológicas futuras, a vazão mínima permitida poderá ser reduzida ainda mais. Uma nova reunião de avaliação será feita em novembro", declarou a ANA, em nota.

Na reunião, ficou decidido ainda que a vazão do reservatório de Três Marias, que fica acima de Sobradinho, localizado nas cabeceiras do Rio São Francisco, continuará em 500 m3/s até o final de novembro, com o propósito de aliviar a situação de Sobradinho.

"Três Marias é uma das reservas estratégicas para a segurança hídrica da bacia, que pode ser fundamental caso o próximo período úmido seja abaixo da média, semelhante ao que vem sendo observado nos últimos anos na região", informou a ANA.

Desde abril de 2013, a operação dos reservatórios da Bacia do São Francisco vem sendo feita de forma especial e com acompanhamento periódico. A operação evitou que esses reservatórios atingissem o nível mínimo operacional ainda em 2014, segundo a ANA. Atualmente o volume total da bacia do Rio São Francisco é de 8,69% do seu volume útil.

Informações/A Tarde
Compartilhar no Google Plus

Postado por André Luiz

Entre em contato conosco através do e-mail: sobradinhonoticias@hotmail.com para envio de notícias, sugestões e outros assuntos.