Bahia capta 23% dos recursos disponibilizados pelo FNE em 2015


O Fundo Nacional de Financiamento do Nordeste (FNE) estima disponibilizar este ano R$ 14,5 bilhões para empréstimos nos nove estados da região. Desse montante, a Bahia captou R$ 3,39 bilhões, o equivalente a cerca de 23%. Os dados foram apresentados na manhã desta quinta-feira (8), durante videoconferência realizada em Salvador a partir da sede do Banco do Nordeste (BNB), em Fortaleza.  

A videoconferência foi seguida de uma reunião local, com a participação do governador em exercício e secretário do Planejamento, João Leão, além de representantes de entidades como a Associação Comercial da Bahia, Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), Fecomércio e Sebrae.

Os recursos do FNE se destinam a produtores e empresas, pessoas físicas e jurídicas, além das cooperativas de produção, que desenvolvam atividades produtivas nos setores agropecuário, mineral, industrial, agroindustrial, de empreendimentos comerciais e de serviços na área de atuação da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). Os R$ 3,39 bilhões destinados à Bahia estão distribuídos entre os setores produtivos da indústria, comércio e serviços, agricultura familiar, pecuária, agricultura, turismo, infraestrutura  e agroindústria. 

Projetos 
Foram apresentados na reunião alguns dos projetos da Secretaria do Planejamento (Seplan), como o Plano Estratégico de Desenvolvimento do Estado da Bahia, que envolve a interiorização do crescimento econômico. “Estamos falando de projetos que são essenciais para o crescimento econômico do estado da Bahia. Com o sistema viário que engloba a ponte Salvador-Itaparica, por exemplo, vamos beneficiar cerca de 300 municípios baianos, que terão suas distâncias encurtadas em relação a capital”, explicou João Leão.

Também foram apresentados o projeto da Hidrovia do São Francisco, Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), ferrovias da FCA a serem dinamizadas com o novo marco regulatório, complexo portuário da Região Metropolitana de Salvador e Baía de Todos-os-Santos, intervenções de mobilidade urbana, o desenvolvimento regional a ser promovido a partir do Sistema Viário Oeste (SVO), o complexo portuário Ilhéus-Porto Sul e investimentos em banda larga.

Ascom/Seplan
Compartilhar no Google Plus

Postado por André Luiz

Entre em contato conosco através do e-mail: sobradinhonoticias@hotmail.com para envio de notícias, sugestões e outros assuntos.