FBC defende redução da vazão em Sobradinho como alternativa para salvar fruticultura


O senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) defendeu nesta quarta-feira (28) que a vazão no lago de Sobradinho seja reduzida de 900 para 800 metros cúbicos por segundo.
FBC disse acreditar que, com esta medida, será possível chegar até o mês de janeiro sem ameaças para o projeto de irrigação Nilo Coelho, que ocupa quase 25 mil hectares com plantio de uva e manga, empregando cerca de 60 mil pessoas.
“Nós todos, de Petrolina, Juazeiro e da região inteira do Vale do São Francisco temos muita preocupação com os perímetros irrigados. Segundo as previsões da Chesf, a reserva útil de Sobradinho chegará a zero até o final de novembro, provocando prejuízos milionários e muito desemprego”, afirmou.
O Governo Federal aprovou em novembro a instalação de equipamentos flutuantes capazes de captar água do volume morto de sobradinho, que ainda mantém uma reserva de aproximadamente 6 milhões de metros cúbicos de água?
O senador antecipou que, na próxima quarta-feira (4/11) será realizada uma audiência pública pela Comissão Mista de Mudanças Climáticas, presidida por ele, para discutir o tema, com presença de representantes da Chesf, Codevasf, Agência Nacional de Águas (ANA) e outros mecanismos do Governo Federal que estão acompanhando a situação de Sobradinho.
Informações/Carlos Britto
Compartilhar no Google Plus

Postado por André Luiz

Entre em contato conosco através do e-mail: sobradinhonoticias@hotmail.com para envio de notícias, sugestões e outros assuntos.