SIHS inicia ações de combate à seca na região de Sobradinho


Um total de R$ 529 mil foi autorizado hoje (21) pela Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS) para dar início às ações de apoio aos municípios localizados às margens do Lago da Barragem de Sobradinho. Os recursos são destinados para a aquisição de equipamentos, identificação de pontos de captação de água e intervenções emergenciais em pequenos sistemas de abastecimento nas sedes municipais e seus distritos. 

O diagnóstico emergencial já foi feito nas cidades de Barra, Bom Jesus da Lapa, Carinhanha, Casa Nova, Curaçá, Juazeiro, Paratinga, Pilão Arcado, Rodelas, Remanso, Sento Sé, Serra do Ramalho, Sítio do Mato, Sobradinho e Xique-Xique. O Lago de Sobradinho se encontra hoje com 5,59% do seu volume útil de armazenamento. A previsão de chegada ao volume morto é no final do mês de novembro, quando o nível da água alcançará 5,45 bilhões de metros cúbicos, suficiente para garantir o abastecimento de água para consumo humano por mais 3 meses, até o retorno do período de chuvas.

“Porém, a antecipação das ações, o planejamento e o mapeamento das áreas críticas é fundamental para diminuir os conflitos pelo uso da água, trazendo segurança hídrica e qualidade de vida para a população”, destacou Peixoto, ressaltando que o volume morto prospectado é considerado apenas para efeito de geração de energia, uma vez que a água ainda poderá ser captada nas margens do lago e ser utilizada para a manutenção da vazão do rio a jusante da barragem. 

Articulada com a Casa Civil, a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), da Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb), do Consórcio Sertão do São Francisco e do Comitê de Convivência com o Semiárido, a secretaria pretende diminuir os impactos da estiagem em 135 municípios em situação de emergência por causa da seca. “Nosso foco é o abastecimento humano, mas não podemos descuidar da agropecuária e da agricultura familiar que também precisam de água para a produção”, avaliou o secretário da SIHS, Cássio Peixoto. 

No Oeste e em outras regiões do estado, a SIHS está procedendo com a identificação de povoados e sedes com áreas vulneráveis, acompanhando as avaliações de perspectivas de chuvas e realizando entregas de sistemas de abastecimento de água. O Governo do Estado investiu, até setembro deste ano, R$ 187 milhões em sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário, em especial nas áreas rurais, cujas dificuldades da população são maiores. 

Com isso mais de 450 mil habitantes, que há muito aguardavam por concretizar o sonho de ter água potável em suas torneiras, foram beneficiados, diminuindo os impactos nas cidades em situação de emergência.

Governo da Bahia
Compartilhar no Google Plus

Postado por André Luiz

Entre em contato conosco através do e-mail: sobradinhonoticias@hotmail.com para envio de notícias, sugestões e outros assuntos.