Ato público no Dia Mundial de Mobilização pelo Clima - Participe!‏


Até pouco tempo era apenas ameaça, sinal de alerta, mas atualmente a realidade é visível, concreta. Desmatamentos, poluição do ar, poluição das águas, perdas da biodiversidade, aquecimento de mares e oceanos, aumento acelerado da população, crescimento desordenado de cidades; furacões, ciclones, aumento do nível dos mares, altas temperaturas, ondas de calor, erosões, desertificações, enchentes, secas, perdas de biodiversidades terrestres e aquáticas, prejuízos na produção agrícola e pecuária, migrações de povos e outros seres vivos, mortes de seres humanos, estas são algumas das causas e consequências das mudanças mundiais do clima. Estima-se que até o ano 2020 o clima pode aumentar em 1ºC, podendo chegar ao alarmante índice de 2ºC em 2050. E o que cada um de nós, ribeirinhos do Vale do São Francisco, tem ou não a ver com tudo isso?
Nesse contexto, o mundo tentará se preparar para as mudanças do clima ao realizar a 21ª Conferência das Partes das Nações Unidas para as Mudanças Climáticas (COP21), em Paris, na França, reunindo, entre o final de novembro e o início de dezembro, mais de 190 países.
Preocupados também com todos esses cenários (mundiais, nacionais e regionais), é que representantes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Ordem Pública de Juazeiro (SEMAOP), do Conselho Municipal de Meio Ambiente de Juazeiro (CMMA), da FACAPE, do Departamento de Tecnologia e Ciências Sociais da UNEB, do Programa de Mestrado em Ecologia Humana e Gestão Socioambiental da FACAPE, da Sociedade Brasileira de Ecologia Humana, professores da UNIVASF, pesquisadores da UFBA, entre outras pessoas e instituições, realizarão a MOBILIZAÇÃO MUNDIAL PELO CLIMA NO VALE DO SÃO FRANCISCO com um ATO PÚBLICO, no DIA MUNDIAL DE MOBILIZAÇÃO PELO CLIMA, próximo 29 de novembro, ao lado do Vaporzinho, em Juazeiro, às 16h, que terá a seguinte PROGRAMAÇÃO: acolhimento aos participantes; execução de músicas de conteúdos afins; abertura do evento; apresentação e coleta de assinaturas dos participantes ao Abaixo-Assinado pelo Clima; apresentações artístico-culturais; momento “Parlaclima” – espaço livre dos participantes em defesa do Vale do São Francisco Sustentável e de um Mundo Melhor para Todos (com pronunciamentos, leituras de textos, declamações de poesias, entre outras manifestações); Ação Coletiva/Mutirão de limpeza do local do evento; e encerramento do Ato Público pelo Clima.
“Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações” (Capítulo VI,  DO MEIO AMBIENTE, art. 225, da Constituição Federal/1988). Assim, como dizia o educador Paulo Freire, “É fundamental diminuir a distância entre o que se diz e o que se faz, de tal maneira que num dado momento a tua fala seja a tua prática”, em prol de uma maioria de pessoas sustentáveis e de um mundo saudável e de vida em abundância para todos.
REALIZADORES: Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Ordem Pública de Juazeiro (SEMAOP), Conselho Municipal de Meio Ambiente de Juazeiro (CMMA), FACAPE, Departamento de Tecnologia e Ciências Sociais da UNEB, Programa de Mestrado em Ecologia Humana e Gestão Socioambiental da FACAPE, Sociedade Brasileira de Ecologia Humana, professores da UNIVASF, pesquisador da UFBA, entre outras pessoas e instituições.
Compartilhar no Google Plus

Postado por André Luiz

Entre em contato conosco através do e-mail: sobradinhonoticias@hotmail.com para envio de notícias, sugestões e outros assuntos.