Em meio à seca, governo federal interrompe instalação de poços em Juazeiro


Em meio a estiagem no semiárido baiano, o governo federal interrompeu um contrato para a instalação de 60 poços tubulares na região de Juazeiro, no Vale do São Francisco, por conta de “indisponibilidade temporária de recursos”. 

Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, o extrato da suspensão do contrato, assinado pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (19). 

O contrato foi firmado com a empresa Geofort Hidrogeologia e Construções, prevê investimento de R$ 1,9 milhão nos poços, e deve ser retomado em março de 2016. É a segunda interrupção em menos de quatro meses – em junho, o governo federal suspendeu o contrato por 120 dias também por falta de recursos. O município de Juazeiro está, desde abril, em situação de emergência reconhecida pelo Ministério da Integração Nacional por conta da seca. 

O maior reservatório do Nordeste, a Barragem de Sobradinho, que abastece a região, atingiu 2,5% de seu volume útil desde sua criação em 1970. O Ministério da Integração Nacional informou que a empresa foi quem solicitou a interrupção do contrato em julho e solicitou a prorrogação do prazo em novembro.
Informações/BN
Compartilhar no Google Plus

Postado por André Luiz

Entre em contato conosco através do e-mail: sobradinhonoticias@hotmail.com para envio de notícias, sugestões e outros assuntos.