Dilma diz que razões para impeachment são “inconsistentes” e se diz indignada”: “Não tenho conta no exterior”


Em curto pronunciamento realizado no início da noite de ontem (2), a presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou que recebeu com “indignação” a decisão do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), de acatar o pedido de impeachment contra ela.
São inconsistentes e improcedentes as razões que fundamentaram esse pedido“, afirmou a presidente.
Não paira contra mim nenhuma suspeita de desvio de dinheiro público, não possuo conta no exterior“, afirmou a presidente em uma clara referência às suspeitas que pairam contra o Eduardo Cunha.
E prosseguiu: “Nunca coagi, ou tentei coagir instituições ou pessoas na busca de satisfazer meus interesses. Meu passado e meu presente atestam a minha idoneidade e meu inquestionável compromisso com as leis e com a coisa pública“.
Impeachment
No final da tarde hoje, o presidente da Câmara Eduardo Cunha anunciou o acolhimento do pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. O documento foi protocolado pelos juristas Hélio Bicudo, Miguel Reale Júnior e Janaína Paschoal no último dia 21 de outubro.
A decisão aconteceu algumas horas depois que a bancada do PT na Câmara optou por votar pelo prosseguimento do processo de cassação do mandato de Eduardo Cunha, que é acusado de quebra de decoro parlamentar por supostamente mentir na CPI da Petrobras sobre a titularidade de contas na Suíça. 
Informações/Exame
Compartilhar no Google Plus

Postado por André Luiz

Entre em contato conosco através do e-mail: sobradinhonoticias@hotmail.com para envio de notícias, sugestões e outros assuntos.