Distribuição de mudas de palma contribui para a sustentabilidade do rebanho da agricultura familiar


Mais de 1 milhão de raquetes de palma foram distribuídas para mil famílias de agricultores familiares, de janeiro a agosto deste ano, em dez Territórios de Identidade da Bahia. Esta ação faz parte do Projeto de Segurança Alimentar do Rebanho, executado pela Superintendência de Agricultura Familiar (Suaf), da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR). A meta é distribuir 24 milhões de mudas de palmas forrageira até 2017.

O Projeto tem a finalidade de contribuir para a sustentabilidade da bovinocultura de leite e da ovinocaprinocultura. “A distribuição dessas raquetes aos agricultores familiares contribui para implantação de reserva estratégica de alimentos para o rebanho bovino, caprino e ovino, no período de estiagem”, explica Marcelo Matos, superintendente da Suaf.

A palma é uma planta forrageira rica em energia e muito resistente à seca. As mudas estão sendo produzidas em seis Estações Experimentais da SDR. Esta primeira remessa saiu das estações de Utinga, Nova Soure, Jaguaquara e São Felix do Coribe.

“Esse projeto é muito importante, pois aqui no período seca os animais não podem passar fome. Sem o recebimento destas palmas teríamos que comprar o que seria muito complicado para nós”, afirma o agricultor familiar Anatólio Cerqueira, integrante da Associação Comunitária de Estrela, em São José do Jacuípe, território Bacia do Jacuípe.

De acordo com a coordenadora de Segurança Alimentar Animal, Roberta do Valle a distribuição de mudas de palma forrageira, resistentes a praga Cochonilha do Carmim, garantirá que grande parte dos agricultores familiares do semiárido baiano possuam uma área de palma adensada em sua propriedade, o que contribuirá para o bom desempenho dos animais durante todo o ano.
Compartilhar no Google Plus

Postado por André Luiz

Entre em contato conosco através do e-mail: sobradinhonoticias@hotmail.com para envio de notícias, sugestões e outros assuntos.