No norte da Bahia, Sem Terra debatem os desafios da luta pela terra


O Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) está realizando nesses dias 07 e 08 de dezembro, no Clube do Sinserp, em Juazeiro, seu XVII Encontro da Regional Norte da Bahia, reunindo militantes dos municípios de Campo Formoso, Ponto Novo, Curaçá, Juazeiro, Sobradinho, Sento Sé, Casa Nova, Campo Alegre de Lourdes e Remanso. São cerca de 280 participantes, que além de avaliar as ações do ano de 2016, pretendem traçar os novos passos da luta pela reforma agrária, em tempos de profunda crise política, institucional e econômica no Brasil.

Nas atividades, uma mesa de abertura reuniu o Coordenador Regional do MST, Jovanildo de Jesus (Teixeira), o Vereador Sem terra, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Juazeiro, Tiano Felix (PT), a liderança do Movimento dos Atingidos por Barragem (MAB), Maíra, o militante do MST de Pernambuco, Florisvaldo Alves, o Diretor do Instituto Federal da Bahia (IFBA) - Campus Juazeiro, o presidente do Sinserp, Cícero Sales, o vereador eleito de Casa Nova, Uilian Pereira, Emmannuel Victor e o Secretário de Agricultura do Município de Juazeiro, Jorge Cerqueira, representando o Prefeito Isaac Carvalho.

Na sequência dos trabalhos, a Análise de conjuntura, com foco na política e criminalização dos movimentos sociais coube a Márcio Matos, representando o Deputado Federal Valmir Assunção (PT), um momento muito importante para incentivar a avaliação interna do movimento, tendo como base aspectos como os avanços, os limites e os novos desafios para o MST e toda a luta pela reforma agrária, nesse atual cenário de incertezas políticas que passa o país.

Para o Coordenador do MST Regional Norte da Bahia, Jovanildo de Jesus (Teixeira), essa é uma oportunidade de reflexão e análise, diante não só da crise política e econômica, mas também diante de outros desafios sociais e ambientais: "Nesse momento precisamos refletir sobre o cenário político e econômico e traçar estratégias de como combater a criminalização dos movimentos sociais, que inclui nessa questão os retrocessos dos nossos direitos até então conquistados, que atinge de forma muito violenta o tímido avanço da reforma agrária. Nos resta se organizar e preparar a militância para enfrentarmos essas dificuldades, principalmente em unidade com demais movimentos sociais comuns".

Além de mesas de debate, plenárias e planejamento de ações, o MST Regional Norte fará nesse XVII Encontro, a composição das instâncias de organização do movimento, como a definição dos militantes que compõem os Setores da Regional e as direções das Brigadas, bem como definições de participação no Encontro Estadual do MST da Bahia, que deve acontecer em Salvador, em janeiro de 2017.

Vinicius Gonçalves
Compartilhar no Google Plus

Postado por André Luiz

Entre em contato conosco através do e-mail: sobradinhonoticias@hotmail.com para envio de notícias, sugestões e outros assuntos.