Vazão do Lago de Sobradinho é reduzida para 650 m³/s


A primeira etapa da redução da vazão do Lago de Sobradinho já foi iniciada. Nessa primeira fase, a média diária de operação do reservatório pela Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) é de 650 metros cúbicos por segundo (m³/s).

“Caso não seja observado o comprometimento aos usos da água e aos usuários do recurso, a Chesf poderá executar a segunda etapa do teste, que terá vazão reduzida para uma média diária de 600m³/s”, justifica a Agência Nacional de Águas (ANA). Anteriormente, estava em vigor a autorização para a média diária mínima de 700m³/s.

Ainda segundo a ANA, durante a prática dos testes de redução da vazão defluente de Sobradinho, a Chesf poderá praticar descargas mínimas instantâneas de água com até 95% das vazões mínimas médias diárias de cada etapa, que devem durar no mínimo cinco dias.

“Para passar da média diária de 650m³/s para 600m³/s, a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco deverá formalizar junto à ANA um relatório apontando que não houve comprometimento aos usos e usuários entre os reservatórios de Sobradinho e Itaparica (BA/PE). Caso seja identificado algum comprometimento, a Chesf deverá elevar a vazão média diária para o patamar praticado anteriormente”, explica a ANA.

Em até dez dias após os testes de redução da vazão defluente, a Chesf deverá apresentar à ANA um relatório com descrição dos resultados observados. Durante a realização dos testes, o limite provisório de defluência mínima para Sobradinho, definido pela Resolução ANA nº 347/2017, fica suspenso. Vale frisar que a o Lago de Sobradinho está, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), com pouco mais de 15% de seu volume útil.
Compartilhar no Google Plus

Postado por André Luiz

Entre em contato conosco através do e-mail: sobradinhonoticias@hotmail.com para envio de notícias, sugestões e outros assuntos.