Começa nesta quarta-feira (26) em Juazeiro - BA o 29º Seminário Nacional de Cebola e 20º Seminário de Cebola do Mercosul


Ela gera 70 mil empregos diretos e indiretos na região, atinge cerca de 172,1 mil toneladas e movimenta a economia do Vale do São Francisco em R$ 500 milhões por ano. Não à toa, terá em sua homenagem, nesta quarta-feira (26), às 9h, a abertura oficial da 29ª edição do Seminário Nacional de Cebola e 20º Seminário de Cebola do Mercosul, no auditório da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), em Juazeiro, no norte da Bahia.

Além da participação de especialistas, empresários e professores dos estados produtores de cebola, países como Argentina e Uruguai também garantiram presença no evento, que neste ano vai até o dia 28 e está com uma grande programação. Ao todo, 13 palestras mais uma visita de campo à área do Projeto Salitre, na Zona Rural de Juazeiro, fazem parte do cronograma.

Programação

Depois da abertura (9h), o catarinense Daniel Schmitt vai liderar a primeira palestra do dia, às 11h, cujo tema será “Mercado de Cebola do Mercosul”. Seguido, às 14h, do palestrante Valter Rodrigues, que falará sobre “Melhoramento genético da Cebola na Embrapa”. Ainda no dia 26, o público poderá conferir as palestras: “Nutrição eficiente para altas produtividades”, às 15h; “Cultivo de cebola por semeadura direta”, às 16h20; e “Produção sustentável de cebola”, às 17h. Concluindo o primeiro dia, os visitantes participam, às 17h40, de uma assembleia com o presidente da Associação Nacional dos Produtores de Cebola (ANACE), Antônio Carlos Pagano.

Na quinta-feira (27), as palestras começam logo cedo. Já a partir das 8h20 será realizada uma discussão sobre o “Armazenamento de Cebola Longa Vida”. Às 9h, o tema será “Desafios da produção de sementes de cebola no semiárido” e, a partir das 10h, os produtores vão debater a “Bacia do São Francisco – recomposição e defesa”. Já a aguardada palestra “Melhoramento genético da cebola para clima tropical trás benefícios para produtores” está prevista para 11h.

O quadro de debates do Seminário da Cebola segue à tarde. A “Irrigação por gotejamento – tecnologia para alto rendimento da cebola” iniciará às 14h, porque às 15h o palestrante Guilherme Ogata, da empresa Arysta, ministra o “Manejo produtivo da cultura da cebola”. Ainda às 16h20, um Painel dos Estados e do Mercosul apresenta aos produtores da região dados de produção de cebola e consolidação do quadro de oferta. O painel terá a presença de representantes dos países e estados participantes do evento.

A coordenação do seminário separou para o último dia, na sexta-feira (28), a visita de campo à área do Projeto Salitres, que acontecerá às 8h, onde estrangeiros e especialistas vão tomar conhecimento das atividades e projetos desenvolvidos no Vale do São Francisco.

Inscrições

As inscrições são gratuitas e estão abertas por tempo limitado. Acesse o site e se inscreva: www.seminarionacionaldecebola.com.br. Mais informações através da coordenação do evento, pelo telefone: (87) 3862-1892.

O 29º Seminário Nacional de Cebola e 20º Seminário de Cebola do Mercosul é uma realização da Associação dos Produtores de Cebola do Médio São Francisco (Aprocesf), Associação Nacional dos Produtores de Cebola (Anace) e Embrapa.

CLAS Comunicação & Marketing
Compartilhar no Google Plus

Postado por André Luiz

Entre em contato conosco através do e-mail: sobradinhonoticias@hotmail.com para envio de notícias, sugestões e outros assuntos.