Comunicação para Convivência com o Semiárido é pauta no XX Intercom


A Comunicação para Convivência com o Semiárido estará em pauta durante o XX Congresso de Ciências da Comunicação na região Nordeste, que acontece a partir desta quinta (05) na Universidade do Estado da Bahia – Uneb, em Juazeiro. O evento reunirá pesquisadoras/es, estudantes e profissionais da comunicação do Nordeste Brasileiro.

O Intercom Nordeste 2018 tem como tema “Desigualdades, Gênero e Comunicação”. É nesse contexto que o Semiárido será debatido, através de oficinas, minicursos e apresentação de produções científicas, a exemplo do trabalho desenvolvido por Eunice Simões Lins e Maria Tatiana Lima Costa (Universidade Federal da Paraíba – UFPB), que trata da “Imagem e representação simbólica do Semiárido Pernambucano no boletim ‘O Candeeiro’”. O boletim é uma publicação da Articulação no Semiárido Brasileiro – ASA, que registra histórias de vida, luta, produção e conhecimento de agricultoras/es do Semiárido, em torno da convivência com o clima local.

A estudante do 7º período do curso de Comunicação Social, do Campus III da Uneb, Luana Dias Rocha, apresentará a análise de matérias produzidas pela WebTV Uneb, que tratam de temas como plantas medicinais da Caatinga e cultura do Semiárido, apresentando outro olhar para a região. Segundo ela, geralmente “o que a gente costuma ver na mídia são pautas que falam de enchentes no Semiárido ou falam de seca”.

O Intercom é um congresso importante para a comunicação no Brasil e para a estudante Luana Dias Rocha é uma grande oportunidade de troca de experiências. “Existe muita coisa sendo produzida, é a chance que o estudante tem de mostrar esse trabalho para outros professores e estudantes de outros locais”, explica Luana. Ela acredita que esse intercâmbio fortalece a circulação de ideias e enriquece os trabalhos.

Formações e vivências

O Centro de Formação Dom José Rodrigues, espaço de formações e experimentações práticas mantido pelo Irpaa, também receberá atividades. Lá ocorrerão o minicurso “Comunicação para a Convivência com o Semiárido” e a oficina de fotografia “Novos olhares para o Semiárido”. A professora Andrea Cristiana, coordenadora local do Intercom, acredita que esse “é um momento propício para pensar a importância do Semiárido relacionado a questões nacionais”. Andrea explica que a temática desigualdades, gênero e comunicação “permite discutir sobre o novo Semiárido: que tem tecnologias acessíveis à população, tecnologias que permitem à população conviver com a seca, uma relação diferente com a natureza, pautada pela cultura, pensando o desenvolvimento, mas um desenvolvimento sustentável”, detalha a coordenadora.

O Intercom será palco para a apresentação de experiências voltadas para a comunicação contextualizada à realidade local, a exemplo do trabalho de educomunicação socioambiental desenvolvido na Escola Família Agrícola Jaboticaba, do município Quixabeira-BA. Outra experiência exposta será a de Educomunicação do Projeto Carrapicho Virtual, desenvolvida com jovens de comunidades rurais na região do Salitre, em Juazeiro. O projeto, que será citado como referência em um minicurso, tem proporcionado diversas formações para as/os jovens salitreiros/as, que por sua vez têm realizado diversas produções onde a pauta principal é a comunidade. Para a jovem Manuela Ferreira, 15 anos, o Carrapicho Virtual potencializa as virtudes do Salitre, coloca em discussão as dificuldades e gera a oportunidade para que “os jovens se identifiquem e sejam protagonistas em suas comunidades”, afirma.

Nos dias de realização do Intercom será também realizada, no Departamento de Ciências Humanas/Uneb, a Feira da Agricultura Familiar e Economia Solidária, onde as/os participantes do evento poderão deliciar produtos da agricultura familiar e adquirir artesanatos que caracterizam a região semiárida.

O congresso é promovido pela Sociedade Brasileira das Ciências das Comunicações e a programação do evento segue até as 17h de sábado (07/07). Esta 20ª edição está sendo organizada pela Universidade do Estado da Bahia (DCH III) e Faculdade São Francisco de Juazeiro – FASJ e com o apoio de diversas instituições locais, inclusive o Irpaa.

Texto: Comunicação Irpaa
Compartilhar no Google Plus

Postado por George Silva

Entre em contato conosco através do e-mail: sobradinhonoticias@hotmail.com para envio de notícias, sugestões e outros assuntos.