Santo A. de Jesus: Sessão da Câmara não dura meia hora. Ausência de 7 vereadores compromete apreciação de projetos. Cada sessão custa ao contribuinte R$ 6 mil


Crédito da foto :: Redação Feira de Santana   / Divulgação    

A sessão da última terça-feira, 30, que deveria votar e apreciar projetos de interesse do município de Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo baiano, não durou nem ao menos meia hora, já que expressiva maioria dos vereadores eleitos para representar o povo, não compareceu à sessão.

Conduzida pelo vereador Antônio Nogueira Neto, presidente da Casa Legislativa, a sessão foi encerrada antes do horário programado sem a apreciação de projetos novos ou a discussão de projetos em tramitação na Casa.

Compareceram aos trabalhos desta tarde, apenas os vereadores: Antônio Barreto Nogueira Neto, presidente da Casa, Dr. Francisco Freire,  Marcos Muniz (Chispita), Cristiano Sena, Dr. Daniel, Delicio Mascarenhas  e Cal de Dodo. Dos 14 apenas 7 vereadores compareceram à sessão.

Ausentes os vereadores Pedro Lopes Ribeiro (Pedro de Teca), Altemir Policial, Francisco de Assis Lima Damasceno (Chico de Dega), Irmão Gerson, Luiz Almeida Santos, Antônio Marcos Araújo Lessa (Marcos Có) e Uberdan Cardoso.

Quanto custa um vereador mensalmente ao contribuinte? A conta é bem simples, conforme se observa da tabela abaixo: 
 A diária de um veículo simples

Um dos pontos chaves da questão é: Cada vereador comparece apenas a quatro sessões por mês, ou seja, 48 sessões por ano, donde se dividindo o salário anual de R$ 305.600,00 por 48, teremos um valor nada desprezível de R$ 6.366,66 por cada sessão que o vereador não comparece.

Naturalmente não está contabilizado os dias em que a sessão é suspensa por motivos variados, além do fraco desempenho da maioria. Na semana passada repetiu-se a mesma questão. A sessão durou apenas 20 minutos. 


Compartilhar no Google Plus

Postado por George Silva

Entre em contato conosco através do e-mail: sobradinhonoticias@hotmail.com para envio de notícias, sugestões e outros assuntos.