Suíca quer ações afirmativas para combater racismo e misoginia


Os combates ao racismo, intolerância religiosa e misoginia são algumas das ações cobradas pelo vereador de Salvador, Luiz Carlos Suíca (PT), aos governos estadual e municipais na Bahia. Nesta terça-feira (13), o edil petista defendeu políticas públicas para ampliar e solucionar entraves que mantêm a população negra e sua cultura “aprisionadas”, além de estratégias para erradicação da misoginia e da violência contra a mulher - para possibilitar o acesso delas a políticas estruturantes nos 417 municípios.

“Temos que voltar a lutar por igualdade, retomar as ações de base e criar métodos para que a população negra não seja ainda mais atacada pela ignorância e por falta de conhecimento de grupos conservadores. Assim também devem ser as ações para melhorar e garantir a atuação de mulheres nas instâncias de poder. É necessário mais políticas de inclusão e mais fiscalização, as leis precisam ser cumpridas e os agressores, por exemplo, punidos. Chega de descaso”, salienta Suíca.

As medidas, conforme o edil, podem ser simples, como a formação de grupos, acesso ao mercado de trabalho, produtos informativos que levem conhecimento da cultura negra, das religiões de matriz africana e políticas culturais para reforçar a convivência com a arte pela juventude. “Dessa forma, vamos iniciar um processo que pode evitar o genocídio dos jovens negros, assim como implementar um novo método de atuação das polícias e tudo para evitar o crescimento da violência. Com o país mergulhado na intolerância qualquer iniciativa é significativa”, completa.

Ascom do Vereador Luiz Carlos Suíca
Vitor Fernandes (DRT-2430)
71 988789657

Compartilhar no Google Plus

Postado por George Silva

Entre em contato conosco através do e-mail: sobradinhonoticias@hotmail.com para envio de notícias, sugestões e outros assuntos.