Valmir: “Precisamos redemocratizar o Brasil para termos Lula de volta ao seio da sociedade”

Em recente vídeo gravado e distribuído em redes sociais, o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) voltou a pedir a redemocratização no Brasil para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva volte ao convívio social. No início desta semana, Assunção tomou conhecimento que os processos contra o líder petista voltaram a ser ‘apressados’. De acordo com o parlamentar, não há provas e nem crime contra Lula e que a tentativa é mais um artifício para manter a prisão. “Novamente começa a apressar todos os processos sem ter provas, sem ter crime. Agora entra novamente a história do sítio e é justamente no intuito de tentar deixar Lula preso. Chama a atenção da militância do PT, dos partidos de esquerda e de todos os grupos de solidariedade. Temos que, nesse momento, sermos cada vez mais solidários”, aponta.

Ainda segundo Valmir, o adiantamento dos processos contra Lula “é um ataque ao direito individual das pessoas e um ataque à democracia. Precisamos redemocratizar o Brasil. Precisamos enfrentar esses golpistas em todos os lugares. O presidente Lula vai realizar mais um depoimento e precisamos estar nas ruas e em todos os lugares para defender ele, porquê acreditamos na inocência do presidente, não tem provas e nem crime. Lula precisa voltar ao seio da sociedade, onde é o lugar dele. E vamos trabalhar para que isso aconteça. Mas só acontecerá com muita solidariedade, como muito apoio, trabalho e vamos continuar trabalhando para vermos Lula, livre”, completa.

Despejo de sem-terra

No plenário da Câmara Federal, Valmir relatou a tentativa de desocupação de 450 famílias de trabalhadores sem-terra que produzem e moram há 20 anos em uma área de uma usina falida em Minas Gerais. Essa usina, explicou Assunção, foi avaliada em torno de R$ 90 milhões, e o governo mineiro já tinha decidido pela desapropriação com pagamento parcelado. “Mas agora, um juiz resolveu despejar essas 450 famílias. Ou seja, o efeito Bolsonaro já está chegando aos assentamentos, aos acampamentos”, lamentou. O deputado afirmou que isso não se pode aceitar. “Nós vamos enfrentar essa situação, vamos resistir, porque é inaceitável a retirada dessas famílias. Nós vamos recorrer em todas as instâncias”, avisou.

Ascom do deputado Valmir Assunção
Vitor Fernandes (DRT-2430)
71 988789657
Compartilhar no Google Plus

Postado por George Silva

Entre em contato conosco através do e-mail: sobradinhonoticias@hotmail.com para envio de notícias, sugestões e outros assuntos.