Depois de 12 anos Câmara de Juazeiro aprova contas de Misael do exercício de 2006

 
12 anos depois, 20 vereadores na Câmara de Juazeiro apreciaram, discutiram, discursaram e votaram favoravelmente ao relatório apresentado pelo Vereador Gleidson Medrado, contrariando o parecer do Conselheiro Fernando Vita que recomendava reprovação das contas do Prefeito Misael Aguilar do exercício de 2006.
 
Em votação aberta e nominal, acatando requerimento do Vereador Gleidson Medrado, o Presidente Alex Tanuri, deu a cada vereador tempo para encaminhamento da votação e ao relator tempo para seu discurso de justificativa.
De forma emocionada, porém contida, o vereador Gleidson discorreu sobre as mudanças ocorridas no Brasil e em Juazeiro, reconheceu a importância histórica do prefeito Misael e do ciclo de desenvolvimentismo que Jorge Khoury abriu e da estatura política daqueles que trabalham pelo futuro de Juazeiro:
“Doze anos e coube a nós, os vinte e um vereadores eleitos há dois anos, validar ou não o parecer do Relator Fernando Vita do Tribunal de Contas dos Municípios,  que opina pela rejeição das contas do então prefeito Misael Aguilar da Silva Junior” – iniciou e arrematou – “A História  dará a cada um dos vereadores aqui presentes  sua verdadeira estatura política”.
“De cada um se falará das propostas, das discussões, dos assuntos que elegeram como prioridade no cumprimento do mandato”.
“A História não se prende a fatos pequenos do dia a dia, mas seleciona ações que podem definir quem e como foi a presença política e pública dos vereadores eleitos em 2016 e com mandato até 2020 e tenho certeza, a votação das contas do prefeito Misael Aguilar é um destes momentos em que mostramos nossa envergadura política, nossa capacidade de analisar o passado, avaliar o presente e agir em nome de um futuro melhor para Juazeiro.”
Ao encaminhar a votação falaram os vereadores Neguinha da Santa Casa, Anderson da Iluminação, o Professor Nilson, dizendo “que seu trabalho modificou o panorama estrutural de Juazeiro”; Florêncio que registrou: “Juazeiro deve muito a Misael Aguilar”; Fabinho, Anastácio, Joseilson, Amadeus. Alan Jones, que registrou a presença do vice prefeito de Misael Amilton Ferreira; Tia Célia e Charles Leal, sempre destacando a importância histórica de Misael  e do seu papel no desenvolvimento de Juazeiro.
Ao final foram vinte votos favoráveis ao relatório de Gleidson Medrado. O vereador Aníbal estava ausente.  
 
 
ASCOM CMJ
Compartilhar no Google Plus

Postado por George Silva

Entre em contato conosco através do e-mail: sobradinhonoticias@hotmail.com para envio de notícias, sugestões e outros assuntos.