Deputado repudia violência e intolerância contra terreiro em Camaçari


A violência, as agressões, a intolerância e os furtos em um terreiro de candomblé em Barra do Pojuca, no município de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), deixaram o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) perplexo e indignado. Para o parlamentar a situação é grave e deve ser investigada com celeridade para coibir a intolerância religiosa que afeta inúmeros centros e terreiros na Bahia. Nesta segunda-feira (14), ele repudiou o caso e defendeu a liberdade de cultos de religião de matriz africana, além de cobrar mais segurança em Camaçari. Esse caso foi registrado no último sábado (12) e deixou ao menos duas pessoas feridas.

“Era uma noite festiva, destinada ao pai de todos os orixás, um momento sagrado a Oxalá. O terreiro Ilê Axé Ojisé Olodumare [Casa do Mensageiro] foi invadido por cerca de seis homens armados que agrediram o babalorixá da casa e um fotógrafo que fazia a cobertura do evento. Eles receberam coronhadas na cabeça e chegaram a ir para unidade de saúde receber pontos. Quem estava no local ainda teve seus pertences, como celulares e outros objetos roubados. Um veículo também foi levado. Isso é um absurdo, um local sagrado sendo invadido desse modo, repudio e vou cobrar investigação para que isso não se repita”, frisa Valmir.

Conforme dados, esse caso é acompanhado pela delegacia de Monte Gordo, em Camaçari. Assunção disse ainda que a festa era aberta ao público e que era o retorno das atividades do terreiro em 2019. “Tudo isso sendo feito com os homens difamando a imagem do candomblé, eles eram contra a festa e deixaram isso evidenciado na ação”, completa. Representantes do terreiro registraram o caso no Centro de Referência de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa Nelson Mandela, mantido pela Secretaria estadual de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), além de procurar o Ministério Público da Bahia (MP-BA).

Na manhã desta segunda-feira (14), a Sepromi recebeu a comunidade do terreiro em audiência e, em seguida, foram concedidas entrevistas a duas emissoras locais. Durante a tarde, a 33ª Delegacia de Monte Gordo recebeu as lideranças e emitiu o Boletim de Ocorrência. Dia 21 de janeiro, às 15h, a Secretaria vai participar de ato público no Terreiro Casa do Mensageiro, também em Camaçari.

Ascom do deputado Valmir Assunção
Vitor Fernandes (DRT-2430)
71 988789657

Compartilhar no Google Plus

Postado por George Silva

Entre em contato conosco através do e-mail: sobradinhonoticias@hotmail.com para envio de notícias, sugestões e outros assuntos.