HRJ desenvolve atividades de segurança do paciente


Abril é o mês da Segurança do Paciente. No Hospital Regional de Juazeiro, as ações de segurança estão sendo intensificadas através da equipe do Núcleo de Segurança do Paciente, tendo em vista que o investimento em segurança no ambiente hospitalar garante maior segurança para profissionais e pacientes durante a internação, e reflete uma prática comprometida com a qualidade, por parte do hospital. João Andrade, membro da Comissão de Humanização do HRJ, lembra que o paciente deve ser o ponto central da preocupação dos profissionais e da direção, com a segurança nos serviços de saúde.

"As ações voltadas para a segurança do paciente evitam que os riscos e perigos inerentes à complexidade dos serviços de saúde atinjam o paciente, causem algum dano ou agravem seu estado de saúde. Nossas atividades no hospital se relacionam com o bem-estar do paciente. Além de evitar que o paciente sofra algum dano, nossas ações têm o potencial de reduzir desperdícios e retrabalho, e, acima de tudo, proteger pacientes e trabalhadores", informou. 

Quando o paciente é ouvido e convidado a participar ativamente de seu cuidado e tratamento, deixa de ser um mero recebedor passivo de cuidados e pode contribuir com um atendimento mais seguro, ciente de sua responsabilidade. Desta forma, a parceria entre paciente, familiares e profissionais de saúde pode contribuir para o sucesso do tratamento.

Essa abordagem demanda uma mudança de cultura nos serviços de saúde para que os profissionais possam estimular e apoiar uma atitude mais ativa dos usuários destes serviços, considerando os pacientes como parceiros que podem desempenhar um papel responsável por sua saúde e cuidado.

Veja como contribuir com a segurança do paciente:

Quando uma unidade de saúde recebe um paciente, a principal preocupação é que ele não sofra nenhum dano durante o processo de cuidado da instituição, mas o próprio paciente, acompanhante ou familiar também podem adotar medidas simples para reduzir riscos e perigos:

Faça a higienização das mãos antes e após tocar o paciente. Isso evita infecções e outras complicações.

• Ajude no cuidado para evitar queda do paciente;
• Faça uso do álcool gel no ambiente hospitalar sempre para limpar as mãos;
• Evite tocar nas superfícies e o consumir alimentos neste ambiente;
• Sempre tire suas dúvidas com o médico ou outro profissional de saúde e informe o uso de outros medicamentos e alergias.


FONTE: Blog do Geraldo Jose
Compartilhar no Google Plus

Postado por George Silva

Entre em contato conosco através do e-mail: sobradinhonoticias@hotmail.com para envio de notícias, sugestões e outros assuntos.