Ameaça de despejo de 250 famílias em Casa Nova/BA, afirma liderança estadual do MST


Cerca de 250 famílias do Acampamento Iranir de Souza, situado no município de Casa Nova, em uma área administrada pela CODEVASF no Projeto Senador Nilo Coelho, sofre com mais uma ameaça de despejo.

Acampados a mais de oito anos, as famílias cultivam não só raízes de produção mas também culturais, hoje com cerca de 700 pessoas entre crianças, jovens, idosos e gestantes, as famílias garantem a soberania alimentar bem como qualidade de vida através da produção de alimentos saudáveis que cultivam na terra, parte dessa produção vai para as feiras locais onde estabelece um diálogo com a sociedade, outra vai para o mercado do produtor em Juazeiro .

A educação é uma bandeira de luta do MST, por isso desde a consolidação de um acampamento a escola se inicia para proporcionar as nossas crianças o direito a educação do campo, hoje temos na área duas escolas do ensino infantil ao EJA (Educação de jovens e adultos) que atende a mais de 150 alunos com 12 funcionários . 

Apreensiva, as famílias passam por mais uma ameaça de despejo proposta de forma ainda mais truculenta, já que o juiz deu direito a CODEVASF de executar o despejo com recursos próprios, sem si quer o acompanhamento do conselho tutelar e órgãos responsáveis para garantir a segurança das famílias.

O sonho de conseguir trabalhar e viver sem ameaças de perder tudo que foi conquistado ao longo de mais de oito anos se faz presente no coração de todos, por isso as famílias reafirmam que irão resistir para garantir a permanência na terra.

#Não ao despejo das 250 famílias do Acampamento Iranir de Souza -  Leidiane Gomes, direção estadual do MST
Compartilhar no Google Plus

Postado por George Silva

Entre em contato conosco através do e-mail: sobradinhonoticias@hotmail.com para envio de notícias, sugestões e outros assuntos.