Abertura da 42ª Romaria da Terra e das Águas destaca a luta pelos direitos sagrados

A esplanada do Santuário do Bom Jesus ficou lotada na noite desta sexta-feira (5). Milhares de romeiros e romeiras participaram da abertura da 42ª Romaria da Terra e das Águas, que este ano tem como tema “Terra, Água e Justiça: Direitos Sagrados”. Até o próximo domingo (7), integrantes de diversas dioceses da Bahia participam, na cidade de Bom Jesus da Lapa, de momentos celebrativos, culturais e espaços de debate.

A Romaria teve início com a Celebração Eucarística, presidida pelo bispo local, Dom João Cardoso dos Santos, e contou com a presença de padres, diáconos e bispos de outras regiões. Ao comentar sobre o tema da Romaria, Dom João chamou a atenção para os direitos sagrados (terra, água e justiça) que vêm sendo negados ao povo.  “Terra é uma questão de direito, de justiça. Esta é a promessa de Deus a Abraão. Não há pobreza maior do que privar a pessoa humana da dignidade de trabalhar e tirar o sustento do seu próprio suor”, ressaltou.

Durante a Celebração, jovens da Pastoral da Juventude e do Meio Popular (PJMP) subiram ao altar com cartazes e uma faixa escrita “Poder ao Povo”. Após esse momento, houve o acolhimento de representantes da Diocese de Graz da Áustria, com uma cruz simbolizando a aliança de solidariedade entre as dioceses.

O integrante da coordenação da Romaria, Mauro Jakes, enfatizou que as romarias são manifestações de Deus na história de luta do povo, um momento de denúncia das violências sofridas pelo homem e a mulher do campo, e de anúncio das experiências de resistência das comunidades tradicionais, da conquista dos territórios, da água e da plenitude da vida.


Texto e fotos: Equipe de Comunicação CPT BA


Compartilhar no Google Plus

Postado por George Silva

Entre em contato conosco através do e-mail: sobradinhonoticias@hotmail.com para envio de notícias, sugestões e outros assuntos.