Romaria em Bom Jesus da Lapa reúne movimentos para debater conjuntura política

O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) se reuniu com trabalhadores rurais e membros de diferentes movimentos sociais para debater política e tratar de demandas durante a 42ª Romaria da Terra e das Águas, em Bom Jesus da Lapa, no oeste da Bahia. Durante o final de semana, entre os dias 5 e 7 de julho, a região recebeu grupos de romeiros de diferentes partes do país e manteve a tradição e a fé, além de ampliar as discussões sobre o cenário político nacional. Valmir também participou das atividades religiosas, como procissão e missa, e destacou a organização popular no país, os movimentos sociais como ferramenta de luta e a conjuntura política com a retiradas de direitos do governo de Jair Bolsonaro (PSL).

“Os movimentos sociais participaram da romaria e traçaram estratégias para esse novo período. Quilombolas, indígenas, Sem Terras, pequenos agricultores, população de fundo e fecho de pasto, comunidades tradicionais discutiram a atual conjuntura e várias questões da terra e território, fé e política. Precisamos seguir a luta contra os retrocessos desse governo federal e, para isso, precisamos de organização popular. É preciso denunciar que o sistema capitalista explora de forma predatórias os recursos naturais, destruindo o meio ambiente”, diz Valmir. Ele esteve com lideranças do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), como os membros da direção nacional, Evanildo Costa e Lucineia Durães, a popular Liu, da secretária da Sepromi, Fabya Reis e da ex-titular da SPM, Vera Lúcia Barbosa.

Assunção destacou que a celebração é marcada por histórias de luta e espiritualidade. “É, sobretudo um ambiente de renovação da fé e um espaço de debate sobre os atuais desafios políticos e sociais que a sociedade está enfrentando, seja no campo ou na cidade”. Para Liu, a romaria reforça a luta do povo camponês e reúne militantes de diferentes frentes contra a perda de direitos trabalhistas e previdenciários. “Não vamos parar de lutar. O Brasil precisa voltar ao desenvolvimento. Queremos as famílias com casas, nenhum camponês sem a sua terra, e nenhum trabalhador sem seus direitos”, completa a dirigente nacional do MST.


Ascom do deputado Valmir Assunção
Vitor Fernandes (DRT-2430)

Compartilhar no Google Plus

Postado por George Silva

Entre em contato conosco através do e-mail: sobradinhonoticias@hotmail.com para envio de notícias, sugestões e outros assuntos.