Terceirizados que atuam em hospitais da Bahia ‘velam’ salários e benefícios atrasados

Os trabalhadores terceirizados do setor de recepção, contratados pela empresa ‘Globo Live’, e que atuam via contratos da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) em hospitais da Bahia seguem paralisados por conta dos salários atrasados. As atividades foram suspensas na última segunda-feira (21) e nesta sexta-feira (25), os profissionais do Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC), no sudoeste da Bahia, realizaram mais um protesto. Dessa vez, eles ‘velaram’ o salário, os benefícios e voltaram a criticar a falta de respeito com os trabalhadores.

“Estão sepultando nossos direitos. Isso aqui é uma manifestação pacífica. Só queremos que a empresa cumpra com seu contrato e pague os trabalhadores, estamos passando dificuldades, e quem trabalha tem o direito de receber seus vencimentos e seus benefícios. Não recebemos os auxílios transporte e nem alimentação desde outubro de 2018, é uma vergonha”, declara um dos manifestantes. A coordenadora-geral do SindilimpBA, sindicato que representa os terceirizados na Bahia, Ana Angélica Rabello, também comentou sobre o caso e expôs sua preocupação com a situação.

Para Rabello, a questão é muito complicada para os trabalhadores. “Esses trabalhadores até hoje não receberam seus salários de dezembro de 2018 e nem a segunda parcelo do 13º. A Sesab ficou de depositar o recurso na última quarta-feira [23] e até hoje não pagaram. Mandaram uma fatura dizendo que pagaram a empresa, mas até agora os trabalhadores não foram pagos. Estamos acompanhando o processo e é de uma falta de respeito enorme para com os profissionais. Casos como esse estão travando o setor público e principalmente dificultando a atuação desses trabalhadores em toda a Bahia, já que a empresa ‘Globo Live’ detém o contrato para atuar nos hospitais baianos”.

Ana Angélica Rabello
Coordenadora Geral do SindilimpBA












Ascom do Sindilimp-BA
Vitor Fernandes (DRT-2430)
71 988789657
Entre em contato conosco também via WhatsApp!