Governador traça agenda de captação de investimentos para a Bahia com embaixador da França


O governador Rui Costa iniciou, na manhã desta quinta-feira (30), uma aproximação com o governo francês durante audiência, com o embaixador da França Michel Miraillet, na sede da embaixada em Brasília. O diretor adjunto da Agência Francesa de Desenvolvimento, Lamine Sow, e o secretário de Desenvolvimento Urbano do Estado, Sérgio Brito, também participaram da conversa.

O governador Rui Costa preside o Consórcio do Nordeste, que reúne os nove estados da região – uma população de 55 milhões de pessoas, e a audiência com o embaixador deve iniciar uma agenda múltipla de captação de investimentos da França para a Bahia e todo o nordeste do país.  “O esforço é para levar investimentos ao nordeste. Estamos num cenário em que a captação internacional é um caminho a que estamos aptos a percorrer, captando investidores”, disse o governador da Bahia.

Esta é a primeira vez que um grupo de governadores se organiza para apresentar potencialidades de suas terras e conquistar novas oportunidades. Em até 15 dias, uma equipe técnica do governo da Bahia apresentará áreas potenciais para o investimento francês. Conforme o governador, energia, segurança, saúde, turismo e infraestrutura são áreas potenciais para novas Parcerias Público-Privadas (PPP’s).

A Bahia tem expertise nesta modalidade de contratação, lidera PPP’s no Brasil e estuda novas possibilidades de ampliar a oferta de serviços e empregos à população.

Um exemplo de atuação conjunta que abraça o nordeste do país foi pontuado pelo governador na área de segurança. Uma licitação em que devem participar empresas internacionais de comunicação e tecnologia para reconhecimento facial será lançada até julho. “Os nove estados estão fazendo um esforço para intensificar uso de tecnologia para esta área”

O embaixador disse que os setores apresentados estão em conformidade com o interesse da França. “A posição geográfica do nordeste do Brasil é positiva em relação à França e o consórcio é uma ideia interessante”, afirmou.

Para Miraillet, a agenda do consórcio deve ser preparada com urgência para ser efetiva em resultados. “Estamos dispostos a um programa de trabalho. Posso afirmar que temos empresas interessadas no nordeste brasileiro”, disse o embaixador, que afirmou ainda que também vê potencial parceria na área de segurança. O desenvolvimento urbano sustentável das cidades é o foco, segundo o embaixador. Uma próxima agenda das equipes técnicas deve acontecer em até 15 dias.


............................................................................................................
Secom  - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia
Entre em contato conosco também via WhatsApp!