Valmir defende candidatura de socialista para presidente da Zâmbia em 2021


A Zâmbia, país do continente africano, terá um candidato a presidente nas eleições de 2021 do Partido Socialista. Fred Mmembe está na Bahia durante a semana e se reuniu com lideranças e representantes dos mandatos dos deputados Valmir Assunção (federal do PT) e Jacó (estadual do PT), nesta quarta-feira (8), e recebeu o apoio para traçar estratégias que potencializem sua candidatura. “É de suma importância esse intercâmbio. Estive na África recentemente e vi a capacidade de organização do povo africano. Na Zâmbia, a eleição do companheiro Fred é de fundamental importância. O Brasil e a Zâmbia iniciam um acordo de cooperação via movimentos sociais e partidos de esquerda”, informa Assunção. Em Salvador o líder político africano cumpriu agenda institucional.

A secretária estadual de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), Fabya Reis, recebeu a delegação em agenda intermediada pelo MST, quando os socialistas conheceram de perto as políticas afirmativas em curso na Bahia e que podem servir como referência. A comitiva do país africano foi composta pelo pré-candidato Fred Mmembe e pelo militante do partido socialista Ngenda Mwikisa. Ainda participaram da reunião, a secretária estadual de Cultura, Arany Santana, o superintendente da Superintendência de Políticas Territoriais e Reforma Agrária (Sutrag), Yulo Oiticica, a assessora da Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA), Brena Pinto, além de representantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). A comitiva da Zâmbia também visitará o Bloco Ilê Aiyê, a Sociedade Protetora dos Desvalidos e a Igreja do Rosário dos Pretos para conhecer mais da história e cultura.

Essa reunião, segundo Valmir Assunção, “foi uma oportunidade para trocar experiências sobre o desenvolvimento de políticas públicas nos dois países e da constatação dos males que o capital causa à população mais pobre”. Em sua fala, Mmembe destacou que esteve em visita aos atingidos pelo rompimento da Barragem de Brumadinho, em Minas Gerais, e lembrou que em seu país “a mesma mineradora já causou acidentes parecidos. A exploração das riquezas naturais e o abandono da população é uma das fortes marcas do capitalismo - que se caracteriza pela forte concentração de renda na mão de poucos e brancos homens”.

Ascom do deputado Valmir Assunção
Vitor Fernandes (DRT-2430)
71 988789657

Entre em contato conosco também via WhatsApp!