Cidadã emite NOTA DE REPÚDIO E INDIGNAÇÃO contra Vice-prefeito de Sobradinho e pares por agressões em menores de idade


NOTA  DE REPÚDIO E INDIGNAÇÃO AS AGRESSÕES PRATICADAS  CONTRA MENORES, PELO EXCELENTÍSSIMO VICE PREFEITO: SR.PAULO LIMA E SEUS COMPASSAS!

A família e amigos dos menores, na pessoa de FRANCINEIDE LEONIZA DE ARAÚJO SILVA, cidadã, tia, mãe, irmã, filha, educadora e Servidora Pública do município de Sobradinho, vem`a público manifestar absoluto repúdio e indignação aos inúmeros crimes cometidos contra os três menores: E.H.S.A. de 13 anos, L.D.S.A. de 15 anos e o menor J.S.S.A. de 17 anos.

Na última quarta feira, dia 18/09, por volta de aproximadamente 21 e 22hs, os três menores acima mencionados, que residem na Quadra S-19, Rua 06, Vila São Joaquim, foram surpreendidos com a chegada de (03) três homens numa S-10 de cor preta, onde, segundo relato dos menores com riqueza de detalhes, contam que um deles, ordenou em tom  ameaçador e empurrou, dois (02) dos menores que se encontravam brincando na frente da casa, os obrigando a entrar para o interior da casa, onde o menor de 13 anos, estava assistindo tv. 

Sou tia dos três  menores que contam que a partir daquele  momento, os três homens, conhecidos como sendo, o Sr. Paulo Lima, (vice prefeito) de nossa cidade, o segundo homem, o Sr. José Lima e o terceiro homem, o Sr. Emílio da SAAE, conhecido também por Mila. Segundo informações,  ambos são da família do ilustríssimo Sr. Paulo Lima. Acreditamos que um cidadão de boa índole, em  seu juízo perfeito, jamais usaria de tamanha COVARDIA, VIOLÊNCIA e DESRESPEITO, invadindo a casa de um cidadão, pai de família e trabalhador, o Sr. EDILSON FRANCISCO DE ARAÚJO, quando seus três filhos menores, indefesos estavam sozinhos em casa, pois o mesmo estava ausente por conta de falecimento de um familiar. Não há justificativa, para as injustificáveis ações criminosas, abusivas e absurdas, praticadas contra as crianças que viveram momentos aterrorizantes.

Esse crime de  invasão, violência, calúnia, coação e tortura, contra os três menores, teve uma duração aproximada de 30 minutos a uma 1 hora no interior de sua própria casa. Vale salientar, que o  digníssimo Vice Prefeito, Sr. Paulo Lima que chefiava a ação, pois segundo relato das crianças, o mesmo  ficou o tempo todo posicionado na entrada da porta para assistir as sessões de violência e tortura praticadas pelo seus jangunsos, o Sr. José Lima e o Sr. Emílio ao menor de 13 anos, bem como o de impedir que os menores de 15 e 17 anos, fugissem para pedir socorro aos vizinhos e inúmeras vezes imploraram para que os deixasse chamar sua mãe que se encontrava uma rua depois, mas todas as vezes que tentaram sair, foram empurrados, ameaçados e impedidos agressivamente de chegarem até a porta, pelo Sr. Paulo Lima. Enquanto isso o menor que naquele dia 18/09, estava completando exatos 13 anos, era coagido, agredido de todas as formas possíveis, além de ser agredido com porradas pelo corpo, de forma a não deixarem hematomas, houve também empurrões na parede, uma capacetada na cabeça, onde conseguiu proteger a cabeça com seus braços. Durante a sessão de espancamentos e tortura, a criança conta que em um determinado momento teve seus braços colocados para trás e seus testículos foram puxados, machucados com o propósito de provocar dor e obriga-lo a confessar um roubo, um delito que não havia cometido,  por conta de uma suspeita infundada de um roubo ocorrido naquela noite, mesmo dizendo que não havia pego, as agressões continuaram. Ele ainda relata que o Sr. José Lima juntamente com o Sr. Emílio, o agrediam e gritavam, o tempo todo  chamando-o de Neguinho, ordenando que desse conta dos (05) celulares e uma quantia de mil reais. 

As agressões acabaram quando uma vizinha achando estranho tantos gritos e barulho, resolveu ir até a casa e chegando lá se deparou com as cenas absurdas de agressões,  ao menor de 13 anos, onde o Sr.Paulo Lima, o justiceiro, era expectador e coordenador das ações violentas, atravessado na porta, além da tamanha maldade em obrigar os irmãos assistirem e se manterem calados, quietos, sem poder fazer nada para defender seu irmão mais novo que gritava e  chorava de dor e medo pelas agressões físicas e psicológicas, dadas as ameaças em  levá-los de carro para um certo lugar, caso os objetos não aparecessem.

Os pais, foram avisados que uns homens haviam invadido sua casa e estavam agredindo seus filhos menores e chegando, lá,  ainda encontraram esses homens, dentro de sua casa! Não consigo encontrar palavras ou adjetivos para definir ou classificar ou ainda como devo me dirigir de forma correta, justa e claro sem ofende-los, pois, são todos homens de bem,  e entre os indivíduos, existe uma autoridade de nosso  município. Que autoridade!  Então, pergunto, esses indivíduos, são cidadãos? Digo, que não! São animais cruéis? Penso que sim! E você que é um cidadão, tem caráter, princípios, uma família, filhos que são sua alegria, presente de Deus! Nesse exato momento você está lendo essa Nota de Repúdio e Revolta e certamente refletindo a respeito, possivelmente se colocando no lugar  da família dessas crianças e de tantas outras que diariamente são desrespeitadas, violentadas fisicamente e psicologicamente, cicatrizes para toda uma vida. 

Nada, pode apagar uma ferida como essa, na vida de uma criança, de uma família. Hoje, 25/09 esta fazendo oito dias do ocorrido e várias são as consequências na vida da família de meu irmão. As crianças estão assustadas, desde então, nem para a escola estão indo por medo, além de dificuldade para  dormir, a  mãe se encontra internada, onde foi diagnosticado um quadro de AVC.

É bem triste, nos sentimos impotentes diante de tamanha crueldade, injustiça e desumanidade  diante de crimes como esses, praticados contra CRIANÇAS, por pessoas que você jamais imaginaria serem capazes. 

Nos ajude compartilhando para que a JUSTIÇA dos bons homens e justos na Terra seja feita, pois a JUSTIÇA de DEUS, esta é CERTA!


Francineide Leoniza de Araújo Silva,
Cidadã, tia, educadora e Servidora Pública do município de Sobradinho
Entre em contato conosco também via WhatsApp!