Governo da Bahia investe em ações de valorização e preservação das sementes crioulas

Na perspectiva de fomentar o resgate, conservação e multiplicação de sementes crioulas no semiárido baiano, o Governo do Estado, por meio  da  Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), vai investir mais de R$ 4 milhões em ações para contribuir com o aumento da segurança e soberania alimentar, redução dos custos de produção, identificação de guardiões de sementes e resgate de sementes da biodiversidade. As ações serão realizadas por meio do Pró-Semiárido, projeto executado pela CAR, com financiamento do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida).
O programa de sementes atuará em trinta Territórios Rurais que foram selecionadas com base em critérios predefinidos e envolverá aproximadamente mil famílias de agricultores. A iniciativa propõe um plano de ações estratégicas na área de abrangência do projeto, que comporta 11 municípios localizados nos territórios de identidade Sertão do São Francisco, Piemonte Norte de Itapicuru, Piemonte da Diamantina e Bacia do Jacuípe.
“No momento em que o Pró-Semiárido inicia as atividades que darão concretude ao trabalho com sementes crioulas, avança a passos largos rumo à transição agroecológica na sua área de atuação. As sementes carregam consigo o valor da resistência, da continuidade, da sobrevivência, da diversidade genética e da perpetuação. Dessa forma, os guardiões e as guardiãs de sementes crioulas vêm resgatando e preservando não só sementes, mas também saberes e práticas agroecológicas que buscam diminuir a dependência da agricultura em relação aos atuais pacotes tecnológicos preconizados pela agricultura convencional”, ressalta o subcoordenador de desenvolvimento produtivo e de mercados do Pró-Semiárido, Carlos Henrique. 
A ideia é criar uma Rede de Sementes Crioulas e raças adaptadas junto aos grupos de interesse dos Territórios Rurais do Pró-Semiárido e comunidades vizinhas, mediante a implantação de processo formativo de técnicos e agricultores, o envolvimento do serviço de Assessoramento Técnico Contínuo – ATC do Projeto, bem como a viabilização de intercâmbios, feiras, festival e ampla campanha de divulgação e sistematização da experiências, buscando ampliar a diversidade de cultivos agrícolas e manutenção da agrobiodiversidade e sociobiodiversidade.
O programa de sementes crioulas do projeto Pró-Semiárido, será executado em parceria com duas organizações da sociedade civil, o Serviço de Assessoria a Organizações Populares Rurais (SASOP), e o Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), por intermédio da Cooperativa Mista de Produção e Comercialização Camponesa (CPC/Bahia). A Cooperação Técnica com a Embrapa Semiárido garantirá a execução técnica e metodológica do Plano, bem como seu monitoramento e avaliação.
Formação
Para alinhar o conhecimento técnico acerca do programa de sementes, o Pró-Semiárido realizará duas formações com as equipes técnicas das entidades parceiras. A primeira Formação da Equipe Técnica do Projeto Sementes Crioulas acontece nestes dias 26 e 27 de setembro, no auditório do Escritório do SETAF em Juazeiro-BA, e nos dias 01 e 02 de outubro, em Jacobina. As formações terão como tema “Diagnóstico da Agrobiodiversidade”.

Evento: Formação da Equipe Técnica do Programa Sementes Crioulas
Local: Setaf Juazeiro (Rua Engenheiro Geraldo Viana, 7, bairro Country Club)
Data: 26 e 27/09


Comunicação do Pró-Semiárido

Entre em contato conosco também via WhatsApp!