Inclusão: pauta fixa na Facape


Em 21 de setembro o Brasil celebrou o Dia Nacional da Luta das Pessoas com Deficiência, mas na Facape a pauta da inclusão é trabalhada continuamente. A Autarquia conta com o Núcleo de Atendimento Psicopedagógico (NAP), setor que funciona desde 2016 com o objetivo de auxiliar os estudantes que apresentem alguma necessidade  no desenvolvimento de suas atividades acadêmicas.
A Pedagoga e Coordenadora do NAP, Rosiane Rocha, fala sobre como funcionam as políticas de assistência do núcleo no atendimento aos alunos com deficiência, seja ela física ou intelectual. “O nosso trabalho é orientar os professores sobre como realizar atividades acadêmicas da maneira mais pedagógica e inclusiva possível, reconhecendo os direitos desses alunos a uma educação igualitária”.
Uma das estudantes assistidas pelo NAP é Ana Vitória, aluna do curso de Serviço Social, que tem deficiência múltipla e está no sétimo período do curso. Desde o início da graduação ela tem o acompanhamento personalizado para revisar os assuntos dados em sala de aula. “É bom ter o apoio da Facape nos estudos, sem isso seria mais difícil passar nas matérias”, afirma a jovem de 23 anos.
O NAP auxilia também a aluna Sophia Barbosa, que é surda, e viu na experiência de seu amigo, Hefferson Thalles a possibilidade de realizar o sonho de cursar uma graduação. Através do relato de Hefferson, que é egresso da Facape, Sophia percebeu que suas limitações não eram obstáculo para ingressar no ensino superior e hoje cursa o 1º período de Ciências Contábeis. A jovem, de 23 anos, também está desenvolvendo um trabalho no NAP, a fim de capacitar a comunidade acadêmica da instituição para se comunicar com pessoas surdas através da Língua Brasileira de Sinais. Em sala de aula Sophia conta com o auxílio do intérprete Ramon Gonsalves, que possibilita o diálogo e o entendimento da discente, fazendo acompanhamento em todas as aulas e atividades.
A Facape dispõe de tecnologias assistivas para atender as necessidades de cada aluno de acordo com sua deficiência. Para o caso de alunos cegos, disponibiliza um computador com leitor de tela ou ainda de ledores para os estudos de materiais não digitais. Além disso, a Facape oferece também a assistência do guia vidente, responsável para auxiliar na mobilidade desses estudantes dentro da instituição.
Através das necessidades de inclusão que surgem na Facape, o NAP se propõe a estabelecer uma ponte entre a instituição e o aluno de forma humana e igualitária, adaptando as condições que vão surgindo a partir do que os alunos precisam, cumprindo o que são demandas institucionais, mas compreendendo os direitos e necessidades de cada pessoa.

ASCOM Facape
Entre em contato conosco também via WhatsApp!