Valmir critica declaração de Carlos Bolsonaro: “É uma ameaça direta à democracia”

O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) criticou, ontem terça-feira (10), durante sua fala na Câmara, a declaração do filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o vereador do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro (PSL). Carlos disse, por meio de sua conta no Twitter, que “por vias democráticas a transformação que o Brasil quer não acontecerá na velocidade que almejamos... e se isso acontecer”. Assunção também usou suas redes sociais para repudiar o que considerou como “uma ameaça direta à democracia”.

“Isso é um alerta importante para esta Casa. Sabemos bem o nível de influência deste senhor nas decisões do atual presidente da República. Ele precisa se retratar com este país. Não iremos aceitar que uma família utilize a instituição pública para benefício particular, inclusive de acobertamento de corrupção e crimes”, frisa Valmir. O parlamentar baiano ainda diz que as medidas que o atual presidente tem tomado, apenas beneficia banqueiros, ruralistas e políticos aliados, deixando o povo sem direitos.

“A democracia, ao contrário do que o filho de Bolsonaro anda pregando em rede social, é um valor máximo que deve ser buscado e aprimorado. O que for de encontro a democracia é autoritarismo e já vivemos este capítulo da história”, completa Assunção. O petista tem sido um dos críticos ferrenhos às ações do atual governo federal e salienta que vai seguir votando contra as medidas como as reformas propostas, contra os cortes e contra qualquer tipo de decisão que “configure censura ou cerceamento de direitos”.


Ascom do deputado Valmir Assunção
Vitor Fernandes (DRT-2430)
Entre em contato conosco também via WhatsApp!