“Bolsonaro só amplia a crise ambiental no Brasil”, diz Valmir sobre inércia do governo com manchas de óleo


A falta de ação para conter as manchas de óleo que chegam a praias do litoral nordestino foi alvo de críticas do deputado federal Valmir Assunção (PT-BA). Nesta quarta-feira (23), o parlamentar petista disse que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) amplia a crise ambiental no país. O baiano defende a atuação dos ambientalistas, via organizações e movimentos que “têm feito o trabalho do governo para conter o avanço e para limpar o petróleo cru que contamina o ecossistema do litoral do Nordeste”. Assunção diz também que “é preciso encontrar a origem do vazamento e punir os responsáveis” e que a falta de iniciativa do governo federal reflete o sentimento do presidente a respeito da região.

“Em seus discursos, Bolsonaro deixa evidente que o Nordeste não é sua prioridade. Ele não sobrevoou as áreas afetadas pelas manchas e ainda disse em rede nacional que o problema não é do Brasil, pois o óleo não é do país. Isso é vergonhoso para um presidente, uma declaração dessa só mostra sua incapacidade de gerenciar assuntos de fundamental importância para o país. Bolsonaro só amplia a crise ambiental. Pescadores e marisqueiras estão sem seu sustento. Animais marinhos, alguns com risco de extinção, estão sendo encontrados mortos diariamente nas praias. E ainda tem o prejuízo de lazer, pois nesse Nordeste, o povo pobre sabe curtir uma praia, e até isso, Bolsonaro quer deixar acabar”, dispara Valmir.

Ainda segundo o deputado baiano, “é preciso tomar medidas urgentes, a atuação da Marinha e do Ibama não será suficiente”. Assunção defende o envolvimento de todos os órgãos federais para conter e limpar as praias e cobra celeridade nas investigações para descobrir a origem do óleo. “Toneladas de petróleo já foram retiradas e têm mais chegando. O ministro do meio ambiente, como é de seu perfil, atacou a Venezuela sem nem saber o correto, só para tirar o corpo fora. E até hoje não se sabe de onde veio esse petróleo bruto. Pode ser de qualquer navio que transporta óleo venezuelano. O importante é se ter respostas, até porque a empresa que causou isso precisa ser penalizada e contribuir com a limpeza do oceano”, completa.

Ascom do deputado Valmir Assunção
Vitor Fernandes (DRT-2430)
Entre em contato conosco também via WhatsApp!