Tiziu representa SDR em Encontro Técnico de Nutricionistas em Salvador com cooperativas da agricultura familiar

Representantes da Superintendência da Agricultura Familiar (Suaf), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), e de cooperativas da agricultura familiar, participam, nesta terça (08) e quarta-feira (09), dos Encontros Técnicos de Nutricionistas da Região Nordeste, do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) em Escolas Federais da Região Nordeste e da Premiação da Jornada de Educação Alimentar e Nutricional – 2ª Região, que acontecem em Salvador, no Auditório Jorge Calmon, da Assembleia Legislativa da Bahia (primeiro dia) e no Instituto Anísio Teixeira (segundo dia). Entre os objetivos está o de orientar as nutricionistas na utilização de diversas ferramentas de trabalho, visando aprimorar a execução de suas atribuições no PNAE.
De acordo com o superintendente da Suaf, Ademilson da Rocha, a agricultura familiar já coloca cerca de 70% da comida na mesa dos baianos e dos brasileiros, com uma diversidade de alimentos diferenciados e de qualidade, grande parte produzida de forma agroecológica: “São produtos que precisam chegar de forma mais forte na alimentação escolar. Por lei, as escolas da rede pública já têm obrigação de comprar no mínimo 30% dos produtos da nossa agricultura familiar, mas a gente precisa fazer mais do que isso. Então, por isso a necessidade de sensibilizar gestores municipais e estaduais, nutricionistas, coordenadores e diretores de escola, para a orientação do cardápio na escolha dos alimentos”.
Durante o evento, os cerca de 300 nutricionistas responsáveis técnicos que atuam no PNAE das secretarias estaduais e municipais da região Nordeste têm a oportunidade de conhecer, degustar e adquirir produtos de oito cooperativas da agricultura familiar baiana, em um espaço organizado no anexo da Assembleia Legislativa da Bahia. Produtos como o iogurte, néctar de frutas, castanhas de caju, cacau em pó, beijus, flocão de milho não transgênico e mel, entre outros, poderão entrar na orientação de cardápios para a alimentação escolar.
Marco Novais, da Central de Cooperativas Arco Sertão, destacou que o evento técnico de nutrição tem uma extrema importância para a agricultura familiar: “A participação no evento nos permite demonstrar a variedade de produtos da agricultura familiar, já processados, caracterizados pela qualidade de produção, sempre trabalhando com produtos naturais, orgânicos ou agroecológicos, preservando sempre a cultura de cada região e suas características. Tudo isso tem uma riqueza e pode agregar à alimentação escolar, além de trazer um retorno para a sociedade e para as comunidades que estão desenvolvendo esses produtos”.
O evento conta com o apoio do Governo do Estado, é promovido pela Coordenação Geral do Programa Nacional de Alimentação Escolar, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (CGPAE/FNDE), em parceria com os Centros Colaboradores em Alimentação e Nutrição  Escolar (Cecane) e Secretarias Estaduais de Educação.
Para a professora Amélia Reis, do Cecane da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), nesse encontro será possível refletir e pensar sobre estratégias e possibilidades para avançar e vencer as dificuldades enfrentadas na realidade de alimentação escolar, pelos nutricionistas, coordenadores e coordenadoras de alimentação escolar, junto à gestão municipal, estadual, institutos federais, e de agricultores familiares: “Ainda existem alguns estigmas deixados na alimentação escolar, que a gente precisa trabalhar. Acredito que esse é o momento juntos e juntas pensarmos como poderemos fazer um PNAE cada vez melhor e mais forte. É essencial pensarmos na agricultura familiar, seus avanços e empenho para garantir a segurança alimentar e nutricional escolar, e pensarmos estratégias de educação alimentar nutricional dentro das escolas e pensarmos nesse programa de alimentação escolar para além de uma simples oferta de alimentos nas escolas”.


Fonte:sdr.ba
Entre em contato conosco também via WhatsApp!