Câmara reverencia Dia da Consciência Negra com sessão especial: Sepromi apresenta ações da Bahia

Uma sessão especial na Câmara dos Deputados nesta terça-feira (19) marcou as homenagens ao Dia da Consciência Negra, que é celebrado nesta quarta (20). Com a participação da titular da Secretaria Estadual de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), Fabya Reis, o evento reuniu lideranças do movimento negro de diferentes regiões do país e apresentou dados de atuação da pasta na Bahia. O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) destacou as ações da Sepromi e a vitória do movimento negro em ter uma militante à frente da Secretaria. “Temos de reconhecer o trabalho realizado por toda a equipe. Neste mês de novembro, inúmeros projetos serão apresentados em desenvolvimento da comunidade negra na capital e na Bahia em geral e isso enaltece a luta por igualdade, contra o racismo e a intolerância religiosa”, salienta.

Valmir aponta que já na semana que vem, no dia 25, acontece a segunda ‘Semana Moa do Katendê’, momento que será assinado um termo de cooperação entre a Sepromi e a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA). “Mestre Moa foi assassinado em virtude do ódio pregado por Bolsonaro, é um herói para todos os baianos. Na semana em sua homenagem, o governo da Bahia vai abrir políticas que combatem o racismo e capacitem os agentes de segurança acerca deste problema”, frisa Assunção. Na sequência, no dia 26, o Dique do Tororó, em Salvador, recebe a inauguração de um monumento em homenagem a Mestre Moa. Já no dia 27, o Sistema Estadual de Igualdade Racial abre sua reunião para discutir políticas públicas para o povo negro baiano. Na oportunidade, a ex-ministra Nilma Lino será homenageada.

No dia 28, acontece o encontro entre a Comissão de Direitos Humanos e Igualdade da Assembleia Legislativa da Bahia e a Sepromi, além de religiosos das mais diversas matrizes para debater o direito constitucional à liberdade religiosa e a laicidade do estado. Para o dia 30, Salvador vai receber a Marcha do Empoderamento Crespo e já em dezembro, no dia 1º, acontece a Caminhada dos Povos de Terreiro do Subúrbio. “O mês de novembro é um mês para visibilizar uma ancestralidade, é o mês para visibilizar o trabalho e a luta cotidiana de brasileiros e brasileiras afro brasileiros, 56% da nossa população. Na Bahia somos 82%, é a nossa ‘Roma negra’”, diz a secretária Fabya Reis.

Ascom do deputado Valmir Assunção
Vitor Fernandes (DRT-2430)
Entre em contato conosco também via WhatsApp!