Casa Nova: Desistência de alunos leva a corte no Bolsa Família


As desistências dos alunos de famílias de baixa renda, atendidas pelos programas sociais do governo federal, preocupa o prefeito Wilker Torres que determinou à Secretaria de Desenvolvimento Social, Maria Regina a realização de reuniões com os diferentes órgãos e setores da administração municipal que de alguma forma podem contribuir para manter e até ampliar o Programa Bolsa Família.
“O Bolsa Família exige uma série de condições para ter continuidade, para que a família continua a receber sem interrupções o valor mensal de cada filho cadastrado. E uma destas exigências é a permanência em sala de aula” – explica Wilker Torres   - “O endurecimento deste governo, que não toda boa vontade para manter programas sociais, leva a uma fiscalização cada vez mais intensa e minuciosa. Em Casa Nova desistência de alunos é a maior razão do descredenciamento de famílias”.
Em resultado desta preocupação do prefeito a Secretaria de Desenvolvimento Social, através da gestora do Programa Bolsa Família, Clarice Libório; promoveu na manhã de quinta-feira (31/10) reunião no salão do Cadastro Único para discutir as Condicionalidades da Educação no PBF. Participaram da reunião técnicos e gestores da Secretaria de Desenvolvimento Social, Diretoria da Proteção Básica e Especial, Secretaria de Educação, Conselho Tutelar, Técnicos do PBF e Diretoras da Escola José Dias e da Escola Sólon Xavier.
A Gestora, Clarice Libório, esclarece que “no intuito de ultrapassar o caráter de transferência de renda, o PBF adota condicionalidades com destaque para educação que sendo política pública de caráter emancipatório tornar-se estratégia importante para garantia de direitos de criança adolescentes e jovens em situações de pobreza e vulnerabilidade social”, disse.
“É uma preocupação da minha secretaria como gestão promover a essas crianças, adolescentes e jovens o acesso à educação, assim como, fortalecer a função protetiva da família, prevenir a ruptura de seus vínculos e contribuir na melhoria de sua qualidade de vida. ”  Enfatizou a Secretária de Desenvolvimento Social, Maria Regina – “É importante destacar ainda, que a parceria entre Assistência Social e Educação é indispensável no sentido de dar garantia a esse acompanhamento”
 "Vale destacar a importância do trabalho realizado pela gestão, técnicos e funcionários do PBF no município, pois são eles que identificam e encaminham essas crianças, adolescentes e jovens que precisam dessa intervenção”, destacou a Diretora da Proteção Básica e Especial- Josivânia Lima.
A Secretária Municipal de Educação, Rosicler Lustoza, deixou claro o seu apoio e inquietação na melhoria do suporte da educação com essas famílias, e se mostrou bastante atenta aos questionamentos e propostas e aproveitou a oportunidade para destacar os grandes avanços da Educação nessa rede intersetorial,  na atual gestão.



Manoel Leão

ASCOM PMCN




Entre em contato conosco também via WhatsApp!