“Lula deve sair, ocupar seu lugar de líder de massas e acabar com essa crise”, diz Suíca


A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em considerar inconstitucional a execução provisória de condenações criminais, a famigerada ‘prisão após a segunda instância’, deixou o setor político movimentado nesta sexta-feira (8). Para o vereador de Salvador, Luiz Carlos Suíca (PT), a votação dos ministros do STF vai além da liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para o edil, “a decisão pode corrigir inúmeras atrocidades contra milhares de pessoas negras e pobres que estão presas injustamente”.

Suíca espera que o processo contra Lula seja anulado e aguarda que a decisão do STF seja cumprida na prática. “Não há provas contra o presidente, isso é fato. O que aconteceu, e agora se comprova, é que estamos vivendo outra fase do golpe, o mesmo que tirou Dilma do poder e prendeu um ex-presidente. Digo isso porque se você tem uma decisão em época crítica da política e permite que o melhor presidente da história desse país seja preso, e agora volta-se atrás e não mais se pode prender pessoas condenados em segunda instância. Bom, isso é obviamente um tentáculo do golpe que teve ajuda de Moro e dos procuradores da Lava Jato no Paraná”, dispara.  

O vereador do PT soteropolitano reforça que o julgamento do STF contra as prisões em segunda instância não atinge apenas Lula, mas também a outras pessoas que estão detidas injustamente. Para Suíca, a perseguição a Lula é também a perseguição contra o povo. “Precisamos zelar pela Constituição. Infelizmente não somos julgados por técnicos, mas sim por ter tentando mudar o sistema. Quem ousa mudar o sistema é engolido por ele. E Lula mudou o sistema, colocou o povo como foco e incomodou as elites, que passaram a lhe perseguir. Ou seja, Lula está preso por ter sido julgado por seus inimigos de classe”.


Ascom do Vereador Luiz Carlos Suíca
Vitor Fernandes (DRT-2430)

Entre em contato conosco também via WhatsApp!