Semiárido Show coloca em debate inovações e desenvolvimento regional

Foi aberta ontem (19) a oitava edição da Feira Semiárido Show, que acontece até o dia 22 de novembro na área da Embrapa, em Petrolina – PE. O evento traz como tema "Inovações e Dinâmicas de Desenvolvimento Regional", contando com uma diversidade de experimentações, palestras, seminários e minicursos que acontecem durante o evento em que o público visitante, em sua maioria agricultores/as, pesquisadores/as, estudantes, representantes de governos e organizações sociais pode participar, conhecer e trocar experiências.
Exposição e comercialização de insumos e equipamentos, vitrines tecnológicas, estandes de instituições parceiras e a já tradicional Feira da Economia Solidária, também compõem o espaço da feira, que este ano conta com o Espaço Sabores do Sertão, apresentando pratos exóticos feitos com ingredientes regionais e deve reunir aproximadamente 15 mil visitantes durante todo o evento.
Durante a solenidade de abertura, Pedro Gama, Chefe Geral da Embrapa Semiárido, destacou que esta edição, "visa contribuir com a mudança de vida do povo do Semiárido (…), o evento busca conhecer e discutir políticas voltadas para o meio rural". Na oportunidade, o Superintendente da Agricultura Familiar do Estado da Bahia, Ademilson da Rocha (Tiziu), reafirmou a importância da agricultura familiar na garantia da segurança alimentar do país: “é a agricultura familiar que coloca alimento na mesa dos brasileiros e brasileiras”. O representante do governo baiano também fez menção aos 20 anos de caminhada da Articulação Semiárido Brasileiro (Asa): "são 20 anos de muita mudança da qualidade de vida de muitas pessoas, com muitas políticas [públicas] para nosso Semiárido, para nossa agricultora familiar e assim também é a caminhada da Embrapa."
Convivência com o Semiárido

A proposta da Convivência com o Semiárido está presente no evento a partir de aspectos que vão desde o debate político a ambientes educativos e espaços de demonstração, troca e comercialização de produtos. Temas como a preservação da Caatinga, captação e armazenamento da água da chuva, reúso de água, terra e território, valorização de sementes crioulas, educação contextualizada ao Semiárido, cultura e comunicação popular, economia solidária, turismo rural, estarão sendo trabalhados durante os quatro dias de evento.
Para o coordenador geral do Irpaa, Cícero Félix, apoiar e participar do Semiárido Show é uma oportunidade de difundir uma série de tecnologias apropriadas à região semiárida, sobretudo pautando a necessidade destas tecnologias estarem/serem acessíveis aos agricultores e agricultoras familiares, segmento que, inclusive é responsável pela maior parte do que se produz no campo. “A [Feira] Semiárido Show possibilita o encontro de vários agricultoras e agricultoras que trocam experiências entre si e dialogam com o que está sendo desenvolvido na academia, nos centros de pesquisas, nos centros da Embrapa, mas ao mesmo tempo os agricultoras e agricultoras trazem os seus saberes para apresentarem para agricultoras e agricultores de outras regiões, então na verdade é um grande encontro de troca de saberes e conhecimentos”, destacou Cícero.
Além de estandes, nesta edição o Irpaa irá ministrar os minicursos sobre Recaatigamento em áreas de Fundo de Pasto no dia 20, das 8h às 12h, e sobre Sistema de Inspeção animal na Agroindústria Familiar, na manhã do último dia do evento. A instituição também irá proporcionar a discussão acerca da necessidade da contextualização dos saberes a partir do espaço denominado “Umbuzeiro do Conhecimento”, adotando um pé de umbu como cenário central de acolhida, sobretudo, para crianças e educadores/as.
Inovações

Dentre as tecnologias apresentadas de forma prática na vitrine tecnológica, o Irpaa traz para esta edição do Semiárido Show a experiência do Barreiro Trincheira coberto, uma forma ainda mais eficaz de armazenar água da chuva nas comunidades rurais que o barreiro trincheira convencional. Em experimento inicial, o uso da tela sombrite resultou na redução de até 50 % da perda de água por evaporação.
Na área também está à mostra um tipo de cerca que não usa madeira e vem sendo utilizada no Território Sertão do São Francisco, no norte da Bahia, para isolar áreas que estão sendo recaatingadas. Ao evitar o uso de madeira, a cerca contribui significativamente para manter a Caatinga preservada e assim controlar o sequestro de carbono.
A feira Semiárido Show 2019 é uma realização da Embrapa e conta com o apoio de diversas instituições públicas, privadas e do terceiro setor, dentre elas a Asa e o Irpaa. O evento é aberto ao público e acontece das 8h às 17h na BR 248, Km 148, em Petrolina.
  
Comunicação - IRPAA

Entre em contato conosco também via WhatsApp!