Ao lado da presidente da Etiópia, Suíca entrega premiação no Ujamaa 2020

O Teatro Castro Alves (TCA) foi mais uma vez palco da premiação do Troféu Ujamaa 2020, promovido pelo grupo Olodum, na noite desta quarta-feira (22), em Salvador. Presente ao evento, ao lado da presidente da Etiópia, o vereador soteropolitano Luiz Carlos Suíca (PT) destacou a atuação do Olodum, defendeu a cultura popular brasileira, o feminismo e a participação do povo negro no processo de desenvolvimento de ações de inclusão social e por igualdade.

“É um evento esperado por todos que atuam no setor de cultura em Salvador e teve um foco no feminismo, com a presidente da Etiópia, Sahle-Work Zewd, sendo homenageada. Um marco para a cultura da capital. Defendo que a participação do povo é que faz a cultura girar neste país. Não podemos aceitar que o governo federal, por exemplo, limite ou censure a arte. Temos de defender a liberdade, e o povo precisa de mais referências. E foi isso que vimos aqui hoje no TCA”, sintetiza o edil petista.

Além da presidente Zewd, também foram homenageadas a cantora Daniela Mercury, a fundadora do bloco afro Ilê Aiyê, Hildete Lima, a jornalista Fernanda Moreira, e a produtora Thelma Chase, além de outras personalidades femininas. Para Suíca, a questão do feminismo “é fundamental para se ter equidade social, salarial e reconhecer nas mulheres a força da luta por direitos. Temos uma sociedade altamente machista, e o Olodum mostrou hoje que isso pode ser revertido”, completa.


Ascom do Vereador Luiz Carlos Suíca
Vitor Fernandes (DRT-2430)
Entre em contato conosco também via WhatsApp!